sábado, 18 de junho de 2016

(...)

                                  Aqui nesta praia onde
                                  Não há nenhum vestígio de impureza,
                                  Aqui onde há somente
                                  Ondas tombando ininterruptamente,
                                  Puro espaço e lúcida unidade,
                                  Aqui o tempo apaixonadamente
                                  Encontra a própria liberdade.
                                                                       (Sophia de Mello B. Andresen)


Nenhum comentário: