quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Pablo Picasso - Blue Period 1900/ 1904

                                                             Casagemas in His Coffin (1901)
Esta pintura faz parte de uma sequência sobre a morte de Carlos Casagemas, filho do consul americano em Barcelona, pintor e amigo do artista. 
O suicídio de Casagemas, por causa de uma decepção amorosa, gerou profunda devastação no artista, que afirmou ter começado a pintar em azul após refletir sobre a morte do amigo.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

(...)

(...) O pior inimigo, todavia, que poderá encontrar és tu mesmo. 
Nas cavernas e nos bosques te espreitas (...)
Solitário, segues o caminho que te conduz a ti mesmo! 
E por teu caminho desfilam diante de ti tu mesmo e teus sete demônios: és o herege, o feiticeiro e adivinho, doido, incrédulo, ímpio e o malvado.
É preciso que sintas a necessidade de consumir-te em tua própria chama.
Como querias renascer sem primeiro te conduzires às cinzas?

Friedrich Nietzsche, (1844-1900) in Assim Falou Zaratustra
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Ψ Sonhos de Uma Vida - 'O Homem e Seus Símbolos' - Carl Gustav Jung

"A semente de um pinheiro da montanha contém em si a futura árvore em forma latente... mas cada semente a seu tempo num lugar próprio, sob fatores diversos, como a qualidade do solo, da exposição ao sol e ao vento...
A totalidade latente do Pinheiro na semente reage a essas circunstâncias desviando-se das pedras e inclinando-se para o sol, o que acaba moldando o crescimento da árvore. Assim um Pinheiro lentamente toma corpo, constituindo a realização de sua totalidade, sua manifestação no mundo real... na falta da árvore viva a imagem do pinheiro é apenas uma possibilidade, uma idéia abstrata... A realização dessa singularidade no indivíduo é o objetivo do processo de Individuação."
 (Jung - O Homem e Seus Símbolos)

*Existem milhares de árvores na floresta e todas não passam de árvores,  mas se olharmos bem de perto e com a devida atenção, cada uma tem as suas particularidades... não existem duas árvores idênticas,  a natureza realiza seus padrões através de seres únicos e individuais. Por isso o pensamento estatístico é tão pernicioso, tão nocivo. 

*A realidade consiste de um imenso número de seres únicos e os sonhos nos ajudam a descobrir padrões únicos da nossa vida. 

*Os sonhos apontam para cada ser o sentido único de sua vida também única... sendo este talvez o aspecto mais importante e fascinante da vida onírica.

*São os sonhos que indicam onde se encontra nossa energia e para onde ela quer ir. *Assim todo sonho traz uma mensagem útil que propicia um 'insight' sobre o sentido específico de uma situação também específica da nossa vida.

*Segundo Marie Louise Von Franz, noite após noite essas mensagens se repetem, chegando a mais de cem mil no decorrer de uma vida. Se estudarmos nossos sonhos por um determinado tempo, observaremos conexões significativas entre eles.                                                              
                                              Imagem: D. KILPATRICK III                                                              
*Uma situação ameaçadora aparece repetidamente nos sonhos, até que prestamos atenção, então o próprio sonho acaba nos trazendo a solução. 

*É como se a natureza lentamente 'chocasse' os problemas, acalantando e desenvolvendo-se devagar... esse desenvolvimento lento pode ser observado na interpretação de sonhos.

*Através da  Psicoterapia ocorre uma concentração consciente no processo natural de maturação com vistas a apressá-los... é  como por mais fogo, para que o processo ande mais depressa.

*Existem diferenças entre os sonhos dos jovens e idosos. *No meio da vida ocorre um estágio transitório, os sonhos jovens são mais adaptativos em direção à uma adaptação externa, ambição pessoal, ou realização amorosa.

 *Por volta dos 40 anos os sonhos visam uma adaptação à vida interior, descoberta do sentido da vida. 

*Von Franz refere ainda, que na sociedade moderna, os jovens também parecem preocupados com esta dimensão interna, resultado da massificação da nossa civilização...

*No aspecto profissional observa-se uma disputa perversa, onde o homem moderno no intuito de não ser descartado como mais uma mercadoria, acaba por tornar-se um megalomaníaco que quer estar por cima para conquistar sempre um melhor status ou se sente completamente esmagado e inútil resultando em depressão ou doenças psicossomáticas. 

Fonte: Marie Louise Von Franz 
Carl Gustav Jung 'O Homem e Seus Simbolos' 
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica 

sábado, 18 de novembro de 2017

AC/DC - Malcolm... eu tenho coração e flores prá você

                                 Malcolm Mitchell Young - 1954/ 2017  †  
                               (...) Quando você sorri eu vejo estrelas no céu
                                Quando você sorri eu vejo o nascer do sol
                                E eu sei que você tem pensado em mim...

                              (...) Eu posso dizer pelas coisas que você diz
                                Eu posso dizer que você sabe o caminho
                                E eu sei o que você quer que eu faça
                                Eu tenho corações e flores para você

sábado, 28 de outubro de 2017

Ψ "Deve haver sempre vinho e companheirismo ou estamos realmente perdidos." Ann Fairbairn

"O vinho é uma das mais complexas de todas as bebidas:
fruto de um solo e clima particulares, digerido por um fungo através de um processo guiado pela cultura, produzido pelo amor e habilidade de um homem ou mulher.

(...) Até agora, o material tornou-se incrivelmente complexo, quase etéreo. 
Sem querer blasfemar, tornou-se algo como o cheiro e o gosto de Deus.

 *Você bebe sozinho? Não deveria...
Quanto melhor um vinho, mais você deve compartilhá-lo com os outros ...  e essa é a outra coisa incrível sobre o vinho, reúne pessoas que compartilham entre si o mundo à sua volta."                        
                                             José Mongrell Torrent - 1870/ 1937
 Mitologia: A Divindade do Vinho é conhecido em Roma como Baco e na Grécia como Dionísio 
                                                                  Peter Paul Rubens - 1577/ 1640
"O Deus Baco deu à humanidade o vinho e suas bençãos. Concedeu o êxtase da embriaguez e a redenção espiritual a todos que decidiam renunciar ao poder material."

(...) generoso com quem lhe rendia culto, mas podia proporcionar loucura e ruína para os que menosprezavam os festins devassos a ele ofertados.

Fonte: Neel Burton, o guia conciso de degustação de vinho
https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Dioniso
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica 

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

(...)

"Talvez a maior faculdade que nossa mente possua é a capacidade de lidar com a dor. 
O pensamento clássico nos ensina as quatro portas da mente, que todos se movem de acordo com suas necessidades. 

                                                                                  Carrie Vielle
A primeira é a porta do sono: O sono nos oferece um retiro do mundo e toda a sua dor. Dormindo passamos o tempo nos distanciando daquilo que nos prejudicou. Quando uma pessoa está ferida, muitas vezes fica inconsciente. Da mesma forma, alguém que ouve notícias traumáticas muitas vezes desmaia. Esta é a maneira que a mente encontra para se proteger da dor, atravessando a primeira porta.
A segunda é a porta do esquecimento: Algumas feridas são muito profundas para curar, ou muito profundas para curar rapidamente. Além disso, muitas memórias são simplesmente dolorosas, e não há cura possível. O ditado de que o "tempo cura todas as feridas" é falso.... O tempo cura algumas feridas... O resto está escondido atrás dessa porta. 
                                                                                                   Joseph Minton
A terceira é a porta da loucura: Há momentos em que a mente é tratada com um golpe tão certeiro, que se esconde na insanidade. Embora isso pareça não ser benéfico, mas é. Há momentos em que a realidade não passa de dor, e para escapar dessa dor, a mente deve deixar a realidade para trás.
                                                                                                Suzanne Roach
A última é a porta da morte: O resort final... Nada pode nos machucar depois que estamos mortos, foi o que me disseram." 
Fonte: Patrick Rothfuss - O Nome do Vento 
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

... tem gente que empresta o coração prá gente morar

Tem gente que Deus coloca na nossa vida só pra nos dar paz. 
Que nos empurra para o melhor de nós, que nos guia para o caminho do bem.
Gente que é sorriso em dia feio, que é suporte quando parece faltar chão. 
Tem gente que pensa e repensa jeitos de nos fazer bem, que se preocupa e demonstra.
Gente que é abraço, mesmo de longe, e a certeza que tudo vai dar certo. 
Que empresta coração pra gente morar, que planta pensamentos bonitos nos dias da gente…
Não é necessário melhorar a aparência, adquirir muita cultura, aumentar o salto do sapato, levantar mais o nariz. 
Precisamos diminuir o barulho, caminhar mais devagar.
Se apegue apenas ao que é essencial à alma – aquilo que a alimenta e faz sorrir – paz, amor, gratidão, humanidade, compreensão, caridade, generosidade e todos os demais sentimentos de amor e bondade que podemos ter e transmitir... (L. R)

terça-feira, 17 de outubro de 2017

🐾 Quatro Vidas de um Cachorro

Lançamento: 26 de janeiro de 2017
Direção: Lasse Hallström Elenco: Britt Robertson, K.J. Apa, John Ortiz ... 
(Baseado no best-seller de W. Bruce Cameron, A Dog's Purpose (título original), estrelado por um cão inquieto sobre o seu existir.)
*Um cachorro morre e reencarna várias vezes na Terra. Embora encontre novas pessoas e viva muitas aventuras, ele mantém sempre o sonho de reencontrar o seu primeiro dono: Ethan, seu maior amigo e a primeira pessoa a amá-lo.
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Ψ Deixe seu filho ser...

"O caminho para uma sociedade melhor começa no berçário". (Winnicott)
Imagem: Hanks Steve
*Donald Winnicott (1896-1971) propôs que a alegria e a futura satisfação da raça humana dependem de algo muito mais próximo de casa do que se imagina.

*Todas as doenças da humanidade tais como, o fascismo, delinquência, raiva, misoginia, alcoolismo são apenas os sintomas de infâncias pobres e infelizes que o coletivo vai ter que pagar.

*Nós ainda não conseguimos suprimir nossas próprias necessidades ou sufocar nossas próprias demandas quando estamos com uma criança.

*Ainda estamos aprendendo a amar nossos filhos, refere Winnicott, é por isso que o mundo ainda está cheio de feridos, pessoas de "sucesso" externo e respeitabilidade que não são muito "reais" interiormente e infligem suas feridas nos outros.

*Temos um caminho a seguir para que possamos ser "bons o suficiente".

*Winnicott alertou especialmente às  pessoas que estão sempre forçando as crianças para darem uma 'risadinha'.

*Exigir risos ou outras expressões forçadas de uma pessoa pequena, misteriosa, bela e frágil não é saudável ... isso serve apenas para evitar a própria tristeza e frustração do adulto.

*Nos primeiros anos deixe a criança expressar livremente muitos sentimentos tanto 'bons' como 'ruins' sem consequências, e sem medo de retribuição. 

*Certifique-se de que seu filho não é muito compatível: Os pais ficam encantados quando as crianças seguem suas regras. Essas crianças são chamadas de "boas".

*Winnicott teve muita preocupação com as 'crianças boas'.

*Existem pais que não podem tolerar comportamento 'ruim'.

*Isso na concepção de Winicott resultaria no surgimento de um "Eu Falso". 
*Uma pessoa que seria 'boa' exteriormente, mas que estaria suprimindo seus instintos vitais.

*Somente através de uma educação adequada e atenta, uma criança poderia gerar um "Eu Verdadeiro", capaz de equilibrar adequadamente o seu social com seus lados destrutivos... a crise de birra/ raiva, (que deixa o adulto desesperado), deve ser encarada com naturalidade... mais tarde a criança será capaz também de expressar a generosidade ou amor real.

*No esquema de Winnicott, os adultos que não podem ser criativos, que de alguma forma estão um pouco mortos por dentro, são quase sempre filhos de pais que não conseguiram tolerar o desafio, os pais que fizeram a sua prole "boa" antes do tempo deles, matando assim sua capacidade de ser genuinamente bom, generoso e gentil no seu próprio ritmo.

Fonte: Donald Winnicott -  Os Grandes Psicanalistas - The School of Life - Teaching Emocional Intelligence - London, Amsterdã, Paris.

Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica 

Senhora Aparecida - Padroeira do Brasil

"... assim os homens esqueceram que todas as divindades vivem dentro do seu coração." (William Blake)



(...) bastou o teu olhar, prá me calar a voz
esteja onde estiver, rogai por nós

(...) Segure a minha mão quando ela fraquejar, e não deixe a solidão me assustar  (Raul Seixas)
                                                                 
                                                 Nossa Senhora Aparecida

                                           Nossa Senhora de Czestochowa

                                              Nossa Senhora de Loreto

                                                          Nossa Senhora de Einsiedeln
                         
*Através da mitologia podemos nos  reconectar com a religião da natureza de nossos antepassados, podemos recuperar algo da sensibilidade imaginária e espiritualidade ecológica que é a herança coletiva de cada um de nós.

*Uma tremenda revitalização espiritual pode ocorrer quando reconhecemos o mundo natural e o mundo divino intimamente entrelaçados ... através da qual a destruição da consciência humana da Terra pode ser curada...    

A Deusa Negra da Terra, (incluindo as Madonnas Negras), tradicionalmente sempre  facilitou os processos naturais da vida: curar os doentes, aliviar a dor do parto, trazer a fertilidade, o fluxo do leite, fertilizar as plantas...

*Como tal, ela representou a persistência da Grande Deusa durante o tempo de dominação por cultos patriarcais, e ela representa a persistência da Deusa Mãe durante a ascensão do monoteísmo cristão nossa herança coletiva.                                                          
 *A Virgem Negra foi identificada com várias formas nas antigas culturas pré-patriarcais do Mediterrâneo e do Próximo Oriente: *Cíclula de Phrygian; *Inanna Suméria, *Anat Syria, *Lilith hebraica, *Kali indiana, *Diana de Efésios; a deusa egípcia *Isis; *Nut a Deusa primitiva da noite;

                   Oxum a Doce Deusa Negra da água doce, do Amor, Criatividade e Sensualidade.

                                                                 Deusa Nut
                                                                                                        
                                                     Tente me alcançar
                                                     Tente me tocar
                                                     Mas Eu estou sempre além do seu alcance
                                                     Não tente me decifrar porque você não pode
                                                     Eu sou o sempre presente 
                                                      insondável desconhecido
                                                     Eu sou a imensidão do céu cheio de estrelas
                                                     Estou além da compreensão humana
                                                     Na vastidão do meu ser
                                                     Eu sou um mistério mesmo para mim."

Mitologia: Nut - a deusa egípcia do céu noturno... que dá luz ao sol todas as manhãs, depois o consome de novo todas as noites.

*A Deusa Nut convida você para se abrir ao mistério.

*Você planejou todos os aspectos de sua vida e não deixou espaço para o mistério, o incognoscível?

*A  Deusa Nut diz que está na hora de confiar... o mistério que você deixa entrar será exatamente o que precisa para a sua jornada para a totalidade.

Fonte: Shamanismo e Mitologia da Terra - A Deusa Negra - Psicologia Verde - Ralph Metzner
Amy Sophia Marashinsky

 Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica